Autoconhecimento e a memória

Segundo Iván Izquierdo, “Memória” significa aquisição, formação, conservação e evocação de informações. Sendo, o acervo de memórias de cada um, o fator determinante da personalidade. E, memórias são moduladas pelas emoções, pelo nível de consciência e pelos estados de ânimo. Ressalta, que também somos aquilo que resolvemos esquecer, contudo, nosso cérebro “lembra” quais são as memórias que não quer trazer à tona, e evita recordá-las. Mas, de fato, não as esquece, pelo contrário: as lembra muito bem e muito seletivamente, no entanto, as torna de difícil acesso.

Ao fazemos autoconhecimento, infere-se, que buscamos trazer à consciência, pela vontade e uso pontual da racionalidade, alguma memória modulada por uma emoção não agradável, mantida em difícil acesso, que possa ter emergido, devido a algum estímulo desagradável, produzindo uma emoção defensiva, em milésimos de segundos, que projetamos em algo ou alguém.

O primeiro desafio é identificar a memória. Após, busca-se ressignificá-la, raciocinando com informações mais relevantes do que aquelas que a construiram, possibilitando retirar o tom emocional. Assim, com técnica, evita-se produzir, no presente, interpretações submetidas aos constrangimentos do passado.

Esse post foi publicado em Reflexões e marcado por Elisete Pagano. Guardar link permanente.

Sobre Elisete Pagano

Pesquisadora, professional & self coach, analista comportamental, palestrante e consultora sênior em Liderança, Comportamento e Relações de Poder. Mestre em Educação - Unisinos; Professional & Self Coach - IBC; Especialista em Planejamento Estratégico de RH - UFRGS e Eng. da Qualidade - PUCRS; Especializanda em Filosofia Clínica - Instituto Packter; Especializanda em Psicologia Junguiana - FACIS/SP; Pós-graduada em Auditorias da Qualidade - PUCRS; Engª Química - PUCRS. Analista de Perfil Comportamental certificada pelo IBC. Exerceu função de Gerente de Desenvolvimento e de Processos em empresas de médio e grande porte, líderes de mercado. Atua em desenvolvimento comportamental de pessoas e organizações, com aperfeiçoamento de lideranças e autoconhecimento. Professora em cursos de extensão universitária. Sócia da Intelligentia Assessoria Empresarial.

1 pensou em “Autoconhecimento e a memória

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

+ 75 = 85