Inovação de modelo de negócio: modelo dos 9 blocos

Segundo Alex Osterwalder, um modelo de negócio pode ser mais bem descrito a partir de 9 blocos que mostram como a organização pretende auferir ganhos. Esses 9 blocos abrangem as quatro principais áreas de um negócio: clientes, oferta de produtos, infraestrutura e viabilidade financeira. A ideia central por trás do modelo sugerido é que seja simples, relevante e intuitivo, de modo que todos possam entender, tornando objetiva a descrição do negócio e sua discussão. Assim, a manipulação do modelo de negócio fica facilitada, permitindo a criação de novas alternativas estratégicas e inovação do negócio. Os 9 blocos do modelo, estruturalmente esquematizados no “Quadro do Modelo de Negócio” ao lado, são:

Segmentos de Clientes: por este bloco se definem os diferentes grupos de pessoas ou organizações que o empreendimento quer alcançar e servir. Esses grupos, segmentos, devem estar associados por necessidades comuns, comportamentos comuns, ou outros atributos. Esses grupos serão segmentos diferentes se suas necessidades exigem ofertas distintas, são atendidos por diferentes canais de distribuição, exigem diferentes formas de relacionamento, apresentam oportunidades de ganhos muito diversas, e estão dispostos a pagar por aspectos diferentes da oferta.

Proposições de valor (oferta): aqui serão estabelecidos os grupos de produtos (bens e/ou serviços) oferecidos que criam valor para determinados segmentos de clientes. Esses grupos de produtos têm como objetivo resolver um “problema” do cliente ou atender a sua necessidade. Algumas propostas de valor serão inovativas representando uma oferta nova ou disruptiva; outras serão similares a ofertas existentes no mercado, mas com alguma característica ou atributo novo.

Canais: este bloco descreve como a organização alcança cada segmento de clientes, de modo a entregar suas propostas de valor. Basicamente descreve os canais de comunicação, distribuição e vendas.

Relações com os clientes: neste bloco serão estabelecidas as formas de relacionamento com os diversos segmentos de clientes. Esses relacionamentos podem ir de relações pessoais a automatizadas, e serão impulsionados pela necessidade de promover ou reforçar vendas e para a retenção de clientes.

Fluxo de ganhos: este bloco representa a geração de caixa do empreendimento, para cada segmento de clientes. Cada fluxo de ganhos pode conter diferentes mecanismos de preços (lista de preços fixos, condições negociáveis, leilões, etc.). O modelo de negócio pode desenvolver duas formas de fluxo de ganhos: pagamento único ou pagamentos recorrentes.

Recursos chave: com este bloco ficam explicitados os ativos necessários para que as proposições de valor possam ser entregue aos segmentos de clientes, representando os meios pelos quais o negócio cria as ofertas (propostas de valor), chega aos mercados, mantém relacionamento com os clientes e obtém ganhos. Os recursos podem ser físicos, financeiros, competências ou pessoas, e podem ser próprios, arrendados ou adquiridos da rede de parceiros.

Atividades chave: neste bloco são definidas as mais importantes ações que o empreendimento deve realizar para que o modelo de negócio funcione. Juntamente com os recursos chave, são as atividades que o negócio precisa para criar as ofertas (propostas de valor), chegar aos mercados, manter relacionamento com os clientes e obter ganhos.

Rede de parceiros (relações chave): por este bloco se estabelece a rede de fornecedores e parceiros que permitem ao modelo de negócio funcionar. De modo geral, podem existir quatro diferentes tipos de parceria: aliança estratégica entre não competidores ou entre competidores, joint venture para desenvolvimento de novos negócios, ou parceria comprador-fornecedor para garantir suprimentos confiáveis.

Estrutura de custos: com este bloco são descritos todos os custos incidentes sobre o modelo de negócio. Esses custos serão mais facilmente determinados após a definição dos recursos chave, das atividades chave e das relações chave (rede de parceiros).

Esse post foi publicado em Ensaios e marcado por Robin Pagano. Guardar link permanente.
Robin Pagano

Sobre Robin Pagano

Pensador, palestrante e consultor sênior em Estratégia, Gestão e Inovação de negócio. Mestre em Eng. de Produção - UFRGS; Pós-graduado em Estudos de Políticas e Estratégias de Governo - PUCRS; Pós-graduado em Marketing de Serviços - ESPM/RS; Especializado em Gestão da Qualidade Total (TQM) - NKTS/Japão; Lead Assessor ISO 9000 - SGS-ICS; Engº Eletrônico - PUCRS. Atuou como Gerente de Desenvolvimento, de Processos e de Serviços em empresas de médio e grande porte, nacionais e multinacional, líderes de mercado. Professor universitário em cursos de MBA, Especialização e Extensão. Consultor sênior em Estratégia, Gestão, Qualidade e Inovação. Sócio da Intelligentia Assessoria Empresarial.

2 ideias sobre “Inovação de modelo de negócio: modelo dos 9 blocos

  1. Pingback: O mito do empreendedor bem sucedido, um ex-fracassado | Blog Intellinsights

  2. Pingback: Business Plan X Business Model Canvas | Blog Intellinsights

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *