O líder intuitivo

A intuição é uma forma natural de saber algo, além das informações disponíveis. Para um líder intuitivo aproveitar das vantagens dessa caractertística, é necessário um nível de autoconhecimento, em relação ao seu tipo psicológico e, da análise do histórico dos efeitos que produziu, ao decidir, levando em consideração suas intuições.

A moralidade do intuitivo não se pauta pelo intelecto e nem pelo sentimento, ele tem a sua própria moral, isto é, a fidelidade à sua impressão e a voluntária submissão á sua força”  conforme C.G. Jung tratou na sua obra Tipos Psicológicos, referindo-se a um  intuitivo extrovertido.

Esse post foi publicado em Reflexões e marcado , por Elisete Pagano. Guardar link permanente.
Elisete Pagano

Sobre Elisete Pagano

Pesquisadora, professional & self coach, analista comportamental, palestrante e consultora sênior em Liderança, Comportamento e Relações de Poder. Mestre em Educação - Unisinos; Professional & Self Coach - IBC; Especialista em Planejamento Estratégico de RH - UFRGS e Eng. da Qualidade - PUCRS; Especializanda em Filosofia Clínica - Instituto Packter; Especializanda em Psicologia Junguiana - FACIS/SP; Pós-graduada em Auditorias da Qualidade - PUCRS; Engª Química - PUCRS. Analista de Perfil Comportamental certificada pelo IBC. Exerceu função de Gerente de Desenvolvimento e de Processos em empresas de médio e grande porte, líderes de mercado. Atua em desenvolvimento comportamental de pessoas e organizações, com aperfeiçoamento de lideranças e autoconhecimento. Professora em cursos de extensão universitária. Sócia da Intelligentia Assessoria Empresarial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ 65 = 74